segunda-feira, 9 de julho de 2018

Texto: Noilves Araldi



COM AS ASAS QUE ME DERAM, VOO ALTO E BEM LIGEIRO, POIS QUERO TE REENCONTRAR NESSE MUNDO SORRATEIRO, TE LOUVAR E BEM DIZER, TODA A DÁDIVA QUE EU QUISESSE, TU ME DAVAS COM PRAZER!

Texto: Noilves Araldi



PODERÍAMOS ACRESCENTAR QUE A NOSSA DOR DE SAUDADE É PERENE,
MAS QUE A DISTÂNCIA NÃO EXISTE,
E QUE A PRESENÇA É QUE NOS SUSTENTA,
NOS FAZ LEVANTAR, SEGUIR EM FRENTE E CUMPRIR O NOSSO PLANO DIVINO,
AQUI E AGORA, JUNTO DOS NOSSOS QUERIDOS,
QUE TEMOS AO NOSSO REDOR!

Texto: Noilves Araldi

Texto Noilves Araldi



DAS COISAS TENHO SAUDADES, DO SEU CHEIRO, DO FOGO DE CHÃO, DO CHIAR DA CHALEIRA, DO MATE DO CHIMARRÃO. DOS AMIGOS, QUASE IRMÃOS, QUE SE FORAM, NA BUSCA DE OUTROS RINCÕES, OU DOS AMORES PERDIDOS, NA ESTRADA DA SOLIDÃO!

Texto: Noilves Araldi

Café com os amigos - Noilves Araldi

Com meus amigos lageanos.
Noilves Araldi