terça-feira, 12 de novembro de 2019

quarta-feira, 6 de novembro de 2019



E é aquela porta que bate,
Aquele cão que late e você não vem.        É aquele amor que parte,
Sem levar bagagem,
mas que está rico e pleno do bem,
do bem que fez,
que doou e que não guardou,
mas que agradou e enlevou
os que de ti ganharam
e o de te ter também!

Texto: Noilves Araldi